LENTES OFTÁLMICAS
Sex, 07 de Outubro de 2011 16:04    Escrito por Ótica Japão Ótica Japão PDF Imprimir E-mail

DIFERENÇAS

Quanto à utilização:


Unifocais (ou monofocais) - Têm só uma graduação (só um centro óptico). Podem ser só para visão longe, só para visão de perto ou para uso permanente, conforme os casos.

Progressivas – A mesma lente têm múltiplas graduações. A parte superior da lente tem a graduação para visão de longe, tendo a sua parte inferior a visão para perto. A zona da lente, que fica entre o centros ópticos de longe e de perto, tem graduações que variam, progressivamente, entre as graduações para longe e para perto. Isto permite que o utilizador de lentes progressivas tenha a possibilidade de ver a todas as distâncias (inclusive, as intermédias) com os mesmos óculos.


Bifocais - Têm a graduação para longe e, num segmento na parte inferior da lente, a graduação para perto. Não permite a visão intermédia.

Degressivas – Também conhecidas como interview, office, work, etc – permitem uma visão ao perto com uma profundidade de campo maior, isto é, conforme a escolha, podem permitir uma visão desde 30 cm até 6 metros. Não servem para conduzir e não substituem de todo o progressivo. Boas para pessoas que usam muito o computador e que tem muita necessidade de ver, simultaneamente, a diferentes distâncias de perto.

                                                                                                                                   

                                                    

Quanto aos materiais:


Minerais (ou vidro) – Primeiro material a ser usado no fabrico de lentes. Quando comparado com outros materiais, tem um peso elevado e uma resistência à quebra muito baixa, podendo o vidro estilhaçar quando parte, o que é muito perigoso. Não recomendável, excepto em casos muito especiais (por exemplo, graduações muito elevadas). Os índices de refracção variam entre 1,52 e 1,9.


Orgânicas (ou acrílicas) – Estes materiais são feitos de polímeros orgânicos que tornam as lentes mais leves e mais resistentes aos impactos. Existem vários tipos de lentes orgânicas, com diferentes índice de refracção, e indicados para diferentes situações.

Eis alguns:
CR-39 - Índice 1,49. Excelente qualidade óptica. Bom para baixas graduações e para armações com aro fechado. Quatro vezes mais resistente do que o vidro em relação à quebra.
Orgânica 1,523 – Lente exclusiva da Indo. Lente com muito boa qualidade óptica e mais resistente à quebra do que o CR-39.
Trivex - Índice 1,53. Material com as mesmas características do policarbonato quanto à resistência ao impacto, mas com melhor qualidade óptica. A Hoya chama-lhe PNX.

 

                                                                  
Tipos de lentes Oftálmicas


Orgânica 1,56 - Material que era muito usado antes do aparecimento das lentes 1,6. Bom para graduações médias. Não aconselhável para grifes e nylors.


Policarbonato - Índice 1,59. Material muito resistente ao impacto e bastante leve. No entanto, a qualidade óptica não é a melhor. Com o tempo, podem surgir tensões internas que podem provocar fissuras no material, sobretudo em armações sem aro (tipo grife). A indo desenvolveu um tipo – o Resolution – que já cria menos tensões internas. São indicadas para lentes em grifes e aros nylor , ou para situações em que a resistência ao impacto é muito importante – desportos radicais, actividades perigosas, etc.


MR-8 – Índice 1,6. Boa qualidade óptica e resistente à quebra, embora não com a mesma resistência do policarbonato e do trivex. Pode ser usado em grifes e nylors e também para graduações médias.

EYAS - Índice 1,6. Equivalente ao MR-8. Patente exclusiva da Hoya. Muito fácil de trabalhar em oficina.


Orgânicas 1,67
– Conforme o fabricante podem existir variações nos materiais, como o MR-10. Por exemplo a Hoya tem o Eynoa. O índice 1,67 é adequado para graduações médias e médias altas. É também aconselhável para nylors e griffes.


Orgânica 1,7 – Bom para graduações altas. Não deve ser usado em grifes.


Orgânica 1,74 – Óptimas para graduações elevadas. Não devem ser usadas para griffes e nylors.


Orgânica 1,76 – A lente orgânica mais fina do mercado. Não devem ser usadas nos griffes e nylors.

Última atualização em Ter, 08 de Novembro de 2011 08:49